Pedágio

Caminhoneiro

Viagem

Notícias

Como ficam os serviços de apoio com o fim do pedágio no PR

O plano conta com a atuação das equipes da segurança pública do Paraná em apoio à PRF, além de reforço para atendimento de guincho e de saúde. O Estado vai garantir a manutenção das rodovias estaduais e apoiará os usuários em todas as principais rodovias.

No caso de acidentes leves e sem feridos bem como de veículos com pane elétrica ou mecânica, a responsabilidade pela remoção da pista será do próprio motorista. Se tiver dúvidas no momento de retirar o veículo da via, o motorista pode acionar os telefones 191 da Polícia Rodoviária Federal (PRF) se a ocorrência for em uma BR, e o 198 do Batalhão de Polícia Rodoviária da PM (BPRv) se a pane for em estrada estadual. 

Para acionar os Bombeiros, o telefone é 193

Confira o guia que a Agência estadual de Notícias do Paraná preparou para esclarecer as principais dúvidas:

As praças vão abrir as cancelas a partir de qual horário? Todos os contratos encerram no dia 27 de novembro?

As cancelas estarão abertas a partir da meia-noite desta sexta, 26 de novembro, nos lotes 1, 2 e 3 (Econorte, Viapar e Ecocataratas), e a partir da meia-noite do dia 27 de novembro nos lotes 4, 5 e 6 (Caminhos do Paraná, Rodonorte e Ecovia). Porém, algumas obras contratadas não serão finalizadas dentro do prazo de vigência do contrato. Todas as medidas cabíveis e viáveis, no âmbito dos contratos e na esfera jurídica, estão sendo tomadas pelo DER e o Governo do Paraná, visando garantir o direito dos usuários e um encerramento com qualidade e transparência para os paranaenses.

As empresas simplesmente vão embora?

Não. Algumas empresas vão cumprir com os acordos já estabelecidos judicialmente, executando as obras não concluídas. O DER também está exigindo das empresas em cronograma de devolução dos bens, que ficarão para o Estado. Empresas contratadas pelo Governo do Estado também estão executando um levantamento patrimonial e uma auditoria de todo o período do Anel de Integração.

Como vai ficar a manutenção das rodovias estaduais e federais?

O Governo do Estado e o governo federal abriram licitações para os serviços rotineiros de conservação do pavimento (remendos superficiais e profundos, reperfilagem e microrrevestimento) e serviços de conservação da faixa de domínio (controle da vegetação próxima ao pavimento, limpeza e recomposição de elementos de drenagem, limpeza e recomposição da sinalização e dispositivos de segurança viária).

O resultado final da licitação promovida para as rodovias estaduais foi divulgado no dia 18 de novembro. O valor total dos cinco lotes ficou em R$ 93,5 milhões para a execução de serviços ao longo de 730 dias (dois anos), com a possibilidade de rescisão contratual, sem penalidade para as partes envolvidas, para os casos em que a conservação não será mais necessária com o início das novas concessões, devido à supressão dos serviços.

Os serviços estão em fase de contratação, e em breve terão seus contratos assinados e serviços disponibilizados.

Não será mesmo cobrado qualquer taxa para usar as rodovias?

A partir do dia 28 de novembro de 2021 não será cobrado nenhuma taxa para os usuários que passarem nas praças de pedágio no Estado do Paraná. A partir da nova concessão, as tarifas serão muito mais baixas que as atuais.

Como ficam os usuários de tags? Serão ressarcidos?

O uso de tag é disponível para serviços de pagamento automático, podendo ser utilizado em pedágios e estacionamentos. São serviços terceirizados por empresas intermediárias, não tendo relação direta com o encerramento das concessões. Em caso de dúvidas é necessário entrar em contato com as empresas para verificar a disponibilidade do ressarcimento ou outras formas de utilizar a tag disponível pela empresa contratada.

Com informações da Agência Estadual de Notícias do PR

Assine nossa Newsletter!