Pedágio

Caminhoneiro

Viagem

Notícias

Caminhoneiros prometem parar em novembro, tanqueiros paralisam hoje

Nova greve dos caminhoneiros está marcada para dia 1º de novembro. Tanqueiros paralisam as atividades a partir de hoje.

Diversas associações que representam motoristas de tanque de combustível anunciaram apoio à paralisação iniciada nesta madrugada, dentre elas: Sinditanque-MG, Sinditanque-SP e a Associtanque-RJ que, somados, representam mais de 3 mil motoristas de caminhão. As associações representantes dos estados de Goiás, Bahia e Espírito Santo também estão apoiando a causa.

Estima-se que 800 caminhões estejam parados em Betim-MG, na portaria da BR Distribuidora. No RJ, as bases de abastecimento em Campos Elíseos têm suas entradas bloqueadas. Os postos de combustível seguem orientações do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e de Lojas de Conveniência do Município do Rio de Janeiro e estão com as portas fechadas.

A categoria resolveu se antecipar à greve geral dos caminhoneiros, que tem data marcada para dia 1º do mês que vem. O motivo, de acordo com o presidente do Sinditanque-SP, é a alta no preço dos combustíveis.

“O motivo é o alto valor dos combustíveis, óleo diesel, gás, gasolina e etanol. Não aguentamos mais colocar os caminhões para rodar com estes preços”

O Governo Federal foi notificado, também, pela Frente Parlamentar Mista dos Caminhoneiros Autônomos e Celetistas, “motivada pelos sucessivos aumentos no preço dos combustíveis e outras pautas”, de acordo com a entidade, que afirma estar disposta a “auxiliar nos diálogos e propostas de solução com representantes dos caminhoneiros”.

Além da Frente, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTTL), o Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC) e a Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava) também participam ativamente do movimento pela paralisação.

Assine nossa Newsletter!